segunda-feira, 5 de maio de 2008

Dia da Mãe em Moldes

A propósito do Dia da Mãe, celebrado no passado Domingo, dia 4 de Maio, a paróquia de Moldes promoveu um concurso de Quadras. Os participantes inscreveram a sua quadra num impresso entregue até ao passado dia 6 de Abril. Após esse dia, foi constituído um júri que fez a devida selecção.
No Domingo passado, no final da Eucaristia, foram apresentados todos os vencedores, tendo recebido cada um uma pequena lembrança. De seguida, o Prof. Tiago Martins da Escola de Música da Paróquia de Moldes, apresentou as quadras vencedoras devidamente musicadas por si e interpretadas à guitarra, ao que todas as pessoas responderam com um forte aplauso. No final, todas as mães presentes na Eucaristia receberam uma lembrança, onde constava a quadra vencedora do 1º prémio (ver foto). Parabéns a todos!


1º Prémio – Virgínia Lima do Vale

Mãe, mistério que Deus criou,
Princípio que a vida tem,
Ternura, carinho, amor infinito.
Que mais dizer? Mãe é Mãe!

2º Prémio – Sara Inês Dias Costa
Teu sorriso é luz para os meus olhos,
Teus lábios sonhos de amor,
Tua pele cheira a pétalas de rosas,
Teus braços aconchego e calor.

3º Prémio – Eliana Gomes Duarte
Eu sou semente do teu jardim,
Criaste-me e fizeste-me sorrir,
Lutaste por mim até ao fim,
Para sempre o teu exemplo vou seguir.

1º Menção Honrosa – Glória Conceição Dias Costa
Mãe, teus braços me embalaram,
Tua voz me sussurrou,
Teus lábios me beijaram
Teu ventre me adoptou.

2º Menção Honrosa – Anabela Duarte
Sou rei numa fortaleza só minha,
Onde tudo ordeno e desfaço,
Minha Mãe, minha Rainha,
O meu trono, o seu regaço...

3º Menção Honrosa – Eliana Gomes Duarte
A vida é um desafio
Difícil e complicado.
Mãe, ao teu lado eu sorrio
E te digo mais uma vez obrigado.

Comunicado do Júri
A nossa saudação para todas as mães e para todos aqueles que, através da poesia, lhes quiseram prestar a sua homenagem.
Foi-nos dada uma tarefa difícil de executar... e o grau de dificuldade mais se acentua, quando se trata de estabelecer uma escala classificativa de quadras, com muito bom recorte artístico e de uma grande expressão de sentimentos.
As quadras apresentadas a concurso não são mais nem menos do que genuínos cânticos ao amor maternal.
Foi enternecedor ler as quadras que expressavam sentimentos facetados: o amor às mães que haviam perdido ainda muito cedo, um contínuo "obrigado" pelo dom de serem seus filhos e um desejo de amor eterno para com elas.
Perante a comoção impressa em cada palavra, em cada verso e em cada quadra, a nossa missão ainda se tomou mais árdua!
Assim, tivemos de estabelecer critérios de classificação, que vos damos a conhecer:
1 - Respeito pelo tema
2 - Originalidade e criatividade
3 - Riqueza de vocabulário e profundidade na expressão dos sentimentos
4 - Estrutura frásica
5 - Métrica e rima
Acima de tudo, quisemos ser justos e colaborar na vossa festa.
Fomos isentos, porque da mesma forma que os concorrentes desconheciam os membros do Júri, assim também, o Júri desconhecia os autores das quadras.
Congratulamo-nos com esta vossa iniciativa e, principalmente, com os vossos trabalhos tão bons e tão vastos.
Parabéns ao Pe Paulo e a toda a comunidade de Moldes.
Moldes, 04 de Maio de 2008

O Júri

2 comentários:

José Cerca disse...

Uma iniciativa, sem dúvida, muito interessante e bem adequada à celebração do dia da Mãe, nessa comunidade de Moldes.Parabéns aos promotores da mesma e a todos os pequenos poetas que nela participaram.
Que iniciativas como estas,sejam um exemplo e um estímulo para outras comunidades paroquiais.

António Pedro disse...

Se às mães, foi prestada uma justa homenagem, a minha homenagem vai para todos aqueles que a tornaram possível, pelo sua iniciativa, pela sua participação e pelo nível alcansado. Felizes as mães que tais filhos têm... felizes os paroquianos que tal pároco têm.
"E que mais dizer?"... Parabéns!