terça-feira, 30 de abril de 2013


FESTA DA RAINHA SANTA MAFALDA
dia 02 de Maio de 2013

Celebrada com saberes e sabores de Cister

Celebra-se no próximo dia 2 de maio a festa da Rainha Santa Mafalda, cujo 220º aniversário da sua beatificação ocorre no presente ano (27 de Julho de 1793). Como habitualmente, a festa é organizada pela Real Irmandade da Rainha Santa Mafalda. Este ano e após um interregno de quatro anos, a festa é integrada e culturalmente enriquecida com um conjunto diversificado de atividades que compõem o evento âncora “Cister, Saberes e Sabores” organizado pela Anima Património, em parceria com a Câmara Municipal de Arouca e com a colaboração da Real Irmandade da Rainha Santa Mafalda. Este evento a decorrer de 1 a 5 de Maio, e que terá como palco e tema a vivência cisterciense no Mosteiro de Arouca, será um excelente pretexto para trazer a esta antiquíssima Vila muitos visitantes quer de dentro, quer de fora do Concelho de Arouca.

Desde sempre defendemos que a melhor calendarização para este evento seria o período que englobasse a festa da padroeira de Arouca, pois além de ser feriado municipal, este é sempre antecedido de um feriado nacional, o que permite a organização de um conjunto de atividades, como vai acontecer este ano, de 1 a 5 de maio, com a 6ªedição do evento “Cister, Saberes e Sabores”, o que certamente muito contribuirá também para o enriquecimento cultural da festa da Padroeira de Arouca, bem como para a promoção turística de Arouca, abrindo ao público, durante estes cinco dias o seu melhor ex-libris, que é o Mosteiro de Arouca.

José Cerca


09h00 – Festa da Rainha Santa Mafalda (organização da Real Irmandade Rainha Santa Mafalda)
Entrada da Banda Musical de Arouca | Desfile pela Av. 25 de Abril (organização da Real Irmandade Rainha Santa Mafalda)
10h30 – Abertura dos espaços de exposição
Fabrico ao vivo da Doçaria Conventual (horários a determinar)
11h00 – Missa Solene na Igreja Conventual e presidida pelo Bispo D. João Lavrador
12H00 / 17H00: Adoração ao santissimo sacramento.
(organização da Real Irmandade Rainha Santa Mafalda)
15h00 – Concerto pela Banda Musical de Arouca (organização da Real Irmandade Rainha Santa Mafalda) | Praça Brandão de Vasconcelos
17h00 – Cerimónia Religiosa e Procissão (organização da Real Irmandade Rainha Santa Mafalda) | Igreja do Mosteiro de Santa Maria de Arouca e Zona Histórica
20h00 – Sarau de Poesia organizado e transmitido em directo pelo programa Voz dos Sentidos
da Rádio Informédia

21h30 – Concerto pela Orquestra Sinfónica do Conservatório de Música de Fornos, Stª Maria da Feira
23h00 – Fecho dos espaços de exposição

Dia 1 de Maio

11h00 – Abertura do “Cister, Saberes e Sabores – 2013” – VI edição

Abertura dos espaços de exposição
Fabrico ao vivo da Doçaria Conventual
11h30 – Quarteto de Metais (finalistas do Ärea Talent Show)| Claustro
15h00 – Concerto de Piano e Trompete por Miguel Brandão e Tiago Rocha | Claustro
17h00 – Concerto de Orgão e Oboé (organização da Real Irmandade Rainha Santa Mafalda | Igreja e Cadeiral
21h30 – Grupo de Cantares e Cramois de Moldes | Claustro
23h00 – Fecho dos espaços de exposição

 

Dia 3 de Maio

9h00 – Abertura do secretariado do VI Colóquio “Cister, Saberes e Sabores” – Ao tempo de Mafalda Sanches
9h30 – VI Colóquio “Cister, Saberes e Sabores” - Ao tempo de Mafalda Sanches | Sala do Capítulo, (ver
programa em Separado)
10h30 – Abertura dos espaços de exposição
Fabrico ao vivo da Doçaria Conventual (horários a determinar)
18h00 – Encerramento do VI Colóquio “Cister, Saberes e Sabores” – Ao tempo de Mafalda Sanches
18h30 – Quarteto de Trompetes (Banda Musical de Arouca) | Claustro
21h30 – Concerto de Música Antiga pelo Grupo “Vozes Alfonsinas” | Cadeiral
23h00 – Fecho dos espaços de exposição

Dia 4 de Maio

10h30 – Abertura dos espaços de exposição
Fabrico ao vivo da Doçaria Conventual (horários a determinar)
11h00 – Mesa redonda – “A vida Monástica na atualidade”
15h00 – Teatro – “Todo o Mundo e Ninguém” adaptado da Obra de Gil Vicente pela Companhia de Teatro Palcos Cruzados | Salão de Festas
17h00 – Concerto de Piano e Voz por Gabriel Silva | Sala do Capítulo
21h00 – Concerto do Ano da Fé (org. Grupo Coral de Urrô; colab. Orquestra Per Gaia) | Igreja
23h00 – Fecho dos espaços de exposição

Dia 5 de Maio

10h30 – Abertura dos espaços de exposição
Fabrico ao vivo da Doçaria Conventual (horários a determinar)
15h00 – Concerto pela Orquestra S. João Baptista – Cepelos | Cerca do Mosteiro
16h30 – Fados com Gabriel Silva e Vitó
 


sexta-feira, 26 de abril de 2013


O CREDO

Síntese da Fé Cristã

Com a presença da Drª Zita Seabra, da Alêtheia Editores, e do Pe. António Vaz Pinto, teve lugar no passado dia 19 de abril, no Centro Paroquial do Burgo (Arouca) a apresentação da última publicação deste sacerdote jesuíta, com fortes ligações familiares, culturais e afetivas a Arouca.
O Credo, síntese da Fé Cristã” é já a sua terceira obra publicada por esta Editora, cujo nome em grego significa Verdade.
E é precisamente sobre as verdades fundamentais da Fé Cristã que este livro se dedica e cuja publicação se integra no Ano da Fé, proclamado a 11 de outubro de 2012 por Bento XVI, agora Papa emérito, para assinalar o 50º aniversário do Concílio Vaticano II e o 20º aniversário da promulgação do Catecismo da Igreja Católica, estando o seu encerramento marcado para 24 de Novembro de 2013.
Após uma breve apresentação do livro, feita por Zita Seabra, coube ao seu autor falar um pouco mais sobre esta sua última obra a que deu o subtítulo de “Síntese da Fé Cristã”. Esclareceu que optou por esta designação e não apenas, síntese da Fé Católica, por entender que, numa atitude de abertura ecuménica, a primeira designação é muito mais abrangente, integrando assim, não apenas os cristãos católicos, mas também os cristãos ortodoxos e protestantes.
Mais do que uma oração em primeira pessoa, o Credo, referiu Vaz Pinto, é um pequeno tratado doutrinal com a síntese das verdades fundamentais da Fé Cristã. E é sobre cada um dos 17 artigos deste pequeno tratado que esta obra se centra, no intuito de ajudar os cristãos a refletirem sobre cada uma dessas verdades da sua Fé.
A apresentação do Pe. Vaz Pinto acabou mesmo por se transformar numa autentica catequese, feita com a vivacidade, a simplicidade e a acessibilidade doutrinal que caraterizam a sua capacidade de comunicação.
Esta apresentação terminou com uma longa sessão de autógrafos do autor nos livros adquiridos pelo público presente.

José Cerca
 

segunda-feira, 15 de abril de 2013


AROUCA CELEBRA O DIA VICARIAL DA FAMILIA

Com a presença do Bispo auxiliar do Porto, D.João Lavrador, realizou-se em Arouca, no passado domingo, 14 de abril, o Dia Vicarial da Família, no qual foram homenageados cerca de 70 casais das diversas comunidades paroquiais da Vigararia de Arouca-Vale de Cambra e que no corrente ano celebram o seu jubileu matrimonial.
No salão de festas dos Bombeiros Voluntários de Arouca teve lugar um momento de testemunho dado por três casais de diferentes idades. Nesses testemunhos foi evocado, pelo casal mais idoso, o ambiente social, cultural e religioso quer da sua infância e juventude, quer da sua vida familiar como pais e avós, assinalando a evolução vivida antes e após o Concilio Vaticano II.
O segundo casal, com 10 anos de vida matrimonial, testemunhou o seu percurso de fé e as suas vivências religiosas através no envolvimento nas diversas atividades da comunidade paroquial a que pertence, tendo focado a importância do exemplo dos pais na caminhada de fé dos seus filhos.
O casal mais jovem referiu a importância que o grupo dos Convívios Fraternos e dos Caminhos de Taizé tiveram para o crescimento e amadurecimento da sua fé.
Finalmente, o testemunho de duas irmãs adolescentes de 11 e 13 anos que referiram o seu ainda pequeno percurso de fé através da caminhada na família a que pertencem e na comunidade paroquial em que estão ativamente integradas. Terminaram o seu testemunho com um pequeno canto aplaudido por toda a assembleia que enchia o salão de festas dos Bombeiros.
Estes testemunhos foram intercalados com dois momentos musicais levados a cabo pelo grupo de cantas e cramois do Conjunto Etnográfico de Moldes que, nas suas atuações, oferecem sempre um cenário de beleza e harmonia, através dos seus belos trajes e das melodiosas vozes das sete mulheres que compõem este grupo de cantos tradicionais de Arouca.
Após este primeiro momento seguiu-se a Celebração da Eucaristia na Igreja do Mosteiro de Arouca que foi presidida por D.João Lavrador, acompanhado de todos os párocos e diáconos permanentes em serviço na Vigararia.
Durante a celebração teve lugar a renovação do compromisso matrimonial dos casais jubilados.
Durante a homilia, D.João Lavrador referiu que “a familia, constituída a partir do matrimónio entre uma mulher e um homem, é uma instituição de ordem natural. Deixada apenas à simples iniciativa humana, ela torna-se difícil de aguentar e promover. A prova-lo está a realidade cultural que hoje destrói o matrimónio e a família.”
Referindo o ataque aos valores sublimes da família, o Bispo auxiliar do Porto reconheceu a necessidade imperiosa de reabilitar a família, mas – afirmou – “ela não acontecerá sem nos alicerçarmos nesta visão renovada do amor purificado, livre já de qualquer egoísmo, individualismo, da prisão de interesse material, do acorrentar das alienações culturais e legislativas.”
Refira-se que esta celebração eucarística foi animada pelos diversos coros das comunidade cristãs de Vigararia, dirigidos por Ivo Brandão e acompanhados ao órgão de tubos pelo organista titular Nicolas Roger.
No final da celebração foi entregue a cada casal jubilado um diploma, tendo o bispo auxiliar do Porto feito um apelo para que estes casais possam também estar presentes no dia Diocesano da Família a ter lugar em Penafiel.

José Cerca





sexta-feira, 12 de abril de 2013

 
Durante a proxima semana, vai decorrer a 50 ª semana das vocações. Nesta semana tentaremos perceber qual é o caminho que desperta para a vocação consagrada e dos leigos e que os jovens, no meio de tantas propostas superficias, se sentam atraídos pelos valores e opções radicais por un serviço aos outros seguindo JESUS. Oremos pelas vocações afim que o Senhor toque os corações de muitos dos nossos jovens.
 
 
Vigilia de Oração pelas vocações, dia 16/04/2013 as 21H00, na igreja de Arouca
 
 
 
Aviso
Durante este fim de semana, vai decorrer a festa da vida na paróquia de Arouca e de Rossas. Que estes jovens recebendo o sinal da  cruz, simbolo da entrega da vida pelo outros, sejam o sinal de esperança, fundada na fé. 

quinta-feira, 11 de abril de 2013

 Dia Vicarial da Familia 14 de Abril de 2013
 15H00 Conferencia no Salão dos Bombeiros voluntários de Arouca
17H00 celebração da Eucaristia das bodas de 10, 25 e 50 anos dos casais inscritos na Igreja conventual de Arouca.

 
 
Ressuscitou Aleluia! Aleluia!
 
Que grande alegria é para mim poder dar-vos este anúncio: Cristo ressuscitou! Queria que chegasse a cada casa, a cada família e, especialmente onde há mais sofrimento, aos hospitais, às prisões...
Sobretudo queria que chegasse a todos os corações, porque é lá que Deus quer semear esta Boa Nova: Jesus ressuscitou, há uma esperança que despertou para ti, já não estás sob o domínio do pecado, do mal! Venceu o amor, venceu a misericórdia! A misericórdia sempre vence!

Papa Francisco I


 


ACANTONAMENTO ADS EM MOLDES

Embora sem o apoio da meteorologia, o grupo dos ADS do Movimento Juvenil Salesiano de Arouca realizou o seu acantonamento de Páscoa, em Moldes, durante o passado fim-de-semana.

Por entre momentos de sol e de aguaceiros, próprio do tempo de março, para lá nos dirigimos a pé, na tarde de 6ª feira, acompanhados de alguns dos nossos animadores.

O ano passado o local escolhido para o nosso acantonamento da Páscoa foi Ponte de Telhe. Gostámos da experiência e quisemos repeti-la este ano, junto da comunidade de Moldes, graças ao apoio e incentivo dos nossos animadores.

O nosso Papa Francisco, antigo aluno salesiano, quer ensinar-nos o lema de vida franciscano, viver em “Paz e Bem” e este acantonamento veio também ajudar-nos a seguir esse lema de vida.

Nesse acantonamento que teve lugar nas instalações da Casa Paroquial e na sede da Junta de Freguesia, tivemos momentos de convívio, de reflexão, de oração, de contato com a natureza, embora fria e chuvosa, e também momentos de interação com a população, nomeadamente visitando alguns doentes da localidade.

Visitámos alguns idosos da freguesia que cantaram cantigas e contaram histórias do seu tempo, conversámos e trocámos ideias, realizámos uma Via Sacra na noite de sábado, participámos na Missa de Ramos e, à boa maneira de D. Bosco, divulgámos a boa imprensa, vendendo, no final da Missa, o livro “Rezar na Páscoa” das Edições Salesianas. No domingo tivemos um almoço partilhado com o Grupo de Jovens de Moldes e durante a tarde fizemos, em conjunto, uma reflexão alusiva à Páscoa e divertimo-nos com alguns jogos de dinâmica de grupo que também partilhámos.

Apesar das condições meteorológicas pouco favoráveis, isso não impediu que este IV acantonamento da Páscoa tenha deixado de ser mais um momento importante na história do nosso grupo dos ADS.

Aos nossos animadores que nos apoiaram e incentivaram, ao grupo de jovens que connosco partilhou algumas atividades e à comunidade cristã de Moldes e ao seu pároco, o Pe. Pedro, que tão bem nos acolheram, o nosso obrigado pascal.


O grupo ADS do MJS