quinta-feira, 25 de agosto de 2011

NÃO DESISTO...

Lembramo-nos hoje daquela multidão que em Jerusalém, há dois mil anos, desafiava Jesus a descer da Cruz. E então Jesus disse firmemente que não. Que haveria de levar a sua Cruz até ao fim.

Diante de nós, num tempo em que tantos, face às dificuldades, se apressam a deixar a cena, aparece um homem que sobrepõe, às suas enormes limitações, a energia dos que sabem que a vida nos é dada para a vivermos até ao limite. É um exemplo que fica para uma geração de gente mole, que desiste à primeira, que se queixa sem razão, que se deixa levar pela ilusão da juventude, da facilidade e da ligeireza, alérgica a toda e qualquer dádiva ou sacrifício.

Sempre se há-de atravessar no nosso caminho, como pedra de tropeço, a tentação de descer da Cruz, de desalentar do evangelho, de desistir do serviço da Igreja, de fugir à luta, de desertar no meio das dificuldades da vida, do casamento, da doença, do amor... quem sabe até essa tentação não se justificará enganosamente com a boa intenção de “ganhar a vida”...

Que o Espírito de Deus nos dê a todos sabedoria e ciência, para fazer, «segundo a vontade de Deus, o que é bom, o que Lhe é agradável, o que é perfeito» (Rom 12, 2). Só assim a nossa vida não se deitará a perder.

Avisos 207 (28.08.2011)

AVISOS COMUNS A TODAS AS PARÓQUIAS

O senhor Bispo D. Manuel Clemente nomeou novo vigário da vara de Arouca / Vale de Cambra, para o triénio de 2011-2014, o Sr. Pe. Artur Manuel Monteiro Pinto, pároco de Vila Cova de Perrinho e Carregosa. Nomeou ainda vigário da vara adjunto, o Sr. Pe. João Pedro Serra Mendes Bizarro, pároco de Arouca, Santa Eulália e Rossas. O actual vigário da vara, Pe. Paulo, e o vigário da vara adjunto, Pe. Araújo, cessam funções a 9 de Setembro de 2011, dia em que tomarão posse os novos nomeados. Desejamos aos novos vigários da vara a Graça sempre presente de Nosso Senhor Jesus Cristo e o auxílio de todos os padres e leigos desta vigararia de Arouca / Vale de Cambra, na qual a nossa paróquia está integrada.

Neste momento, o pároco quer apresentar aos paroquianos das seis paróquias que lhe estão confiadas (Moldes, Canelas, Espiunca, Janarde, Cabreiros e Albergaria da Serra), um voto de compreensão pela sua repetida ausência da presidência da Eucaristia no decorrer da celebração das trinta e uma festas paroquiais que são realizadas à volta dos dezassete centros de culto, Igrejas e Capelas, que fazem parte da área geografia das seis paróquias. A realização destas festas coincidem na sua grande maioria com os horários dos encontros dominicais nas paróquias de Moldes, Canelas e Espiunca, pelo que, quando há realização de festas, o pároco sente-se na obrigação de presidir à celebração das mesmas, deixando ao Sr. Padre Peres e aos Animadores das Assembleias Dominicais na Ausência do Presbítero, a presidência ou a orientação dos referidos encontros dominicais. Para que se saiba e tenha consciência do trabalho imenso que significa a celebração de 31 festas anuais, sem referir todo o restante trabalho pastoral e os quilómetros para percorrer tamanhas distâncias, deve dizer-se o seguinte: de Setembro a Dezembro de cada ano, há cinco festas; de Janeiro à Páscoa, há 3 festas; da Páscoa a Agosto, há 23 festas. Como se pode comprovar, sendo 23 as festas entre a Páscoa e Agosto, portanto num período apertado de aproximadamente quatro meses, não há muito mais a fazer do que aquilo que o pároco tem conseguido fazer. O voto de compreensão é assim justificado, esperando que todos o subscrevam.

MOLDES

Eucaristia: Capela de Bustelo – Quinta-feira às 18h; Igreja – Sexta-feira às 18h.

O pároco já concluiu o calendário pastoral para o ano de 2011-2012. Nesse calendário, verificou-se que em 2012 a realização das festas do Senhor e de Santo António coincidem no mesmo dia. A Festa do Senhor é realizada no segundo Domingo após o Corpo de Deus: em 2012, este Domingo é o dia 17 de Junho. A Festa a Santo António é realizada no Domingo a seguir ao dia 13 de Junho: em 2012, este Domingo é o dia 17 de Junho. Pensamos que a melhor solução será a realização da Festa do Senhor a 17 de Junho e a de Santo António no Domingo a seguir, a 24 de Junho. Contudo, queremos que a decisão final seja dos Mordomos das duas festas; pelo que, faremos um pequeno encontro com todos estes Mordomos no dia 11 de Setembro, Domingo, no final da Eucaristia das 10h.

A comissão permanente do Conselho Paroquial de Pastoral (CPP) decidiu apresentar a proposta de realização da festa a Santo Estêvão, padroeiro da nossa Paróquia de Moldes, a ter lugar no dia 26 de Dezembro, com o seguinte programa: 14h – Eucaristia; 15h – Procissão; 15.30h – Animação cultural com as forças vivas da freguesia. Esta proposta vai ainda a votos no primeiro plenário do CPP do ano pastoral, a ter lugar durante o próximo mês de Outubro. A ser aprovada esta proposta, passaríamos a celebrar a festa a Santo Estêvão no dia 26 de Dezembro de cada ano e a festa a São Sebastião no último Domingo de Janeiro de cada ano. Por conseguinte, o nome “Festa aos Santos Mártires”, actual festa a Santo Estêvão e São Sebastião, deixaria de existir. Aguardemos pela votação.

No próximo Sábado, 3 de Setembro, no final da Missa na Ponte de Telhe, pelas 21.45h, vamos encontrar-nos com a Comissão de Culto da Capela de Ponte de Telhe e todos os outros paroquianos preocupados em ajudar ao peditório que se vai realizar pela paróquia para a continuação das obras da Capela de Ponte de Telhe. No decorrer do encontro, vamos constituir equipas para a realização do peditório, que terá início a partir desse dia. Noutros encontros tem aparecido um grupo de paroquianos que desde a primeira hora se têm associado a esta causa. Esse número pode e deve aumentar: a nova Capela de Nossa Senhora de Fátima de Ponte de Telhe é obra de todos e para todos os paroquianos!

CANELAS

Eucaristia: Quarta-feira às 18h. No próximo Domingo, 4 de Setembro, o encontro dominical das 13h será orientado pela senhora Animadora das Assembleias Dominicais na Ausência do Presbítero (ADAP).

Encontro: Equipa da Celebração da Palavra – Quarta-feira às 21.30h.

ESPIUNCA

A Fábrica da Igreja de Espiunca (Comissão Fabriqueira) pretende vender a madeira dos montes que pertencem à Igreja. Os interessados devem avaliar a madeira no local e apresentar as propostas ao pároco, em carta fechada, no dia 4 de Setembro de 2011, até às 11.30h, antes do início da Missa desse dia. Nesse mesmo dia, no final da Missa, o pároco procederá à abertura das propostas. O corte será entregue à proposta com o valor mais alto. Prazo do corte – até Março de 2012. Pagamento – antes do início do corte. O pinheiro é reservado. Os montes da Igreja têm marcos com as letras I F (= Igreja da Freguesia).

JANARDE

Avisos comuns.

CABREIROS

Avisos comuns.

ALBERGARIA DA SERRA

Avisos comuns.

quinta-feira, 11 de agosto de 2011

Uma pergunta... uma resposta...

Uma pergunta:

Foi lá para os lados de Cesareia. Ia já longo o caminho percorrido. Antes de avançar, Jesus deita contas à Vida. Vamos lá saber: que dizem para aí que é o Filho do Homem? E a resposta saiu fácil. Uns que é Elias, outros que é Jeremias ou algum dos profetas. Tudo gente importante e do passado. E como a pergunta era sobre o que diziam os outros, nem custou nada responder. Jesus percebeu pelas respostas que havia por ali alguma confusão. Que, para muitos, ele não passava de mais um profeta, entre tantos, uma reedição de uma figura do passado. Quando afinal Ele era muito mais que isso. A sua novidade comprometia o futuro. Por isso, Jesus não resiste a uma directa: «E vós, quem dizeis que Eu sou»? Olharam uns para os outros. Imagino. E como era difícil! Nem sequer o Catecismo estava à mão. Ainda por cima Jesus não pedia fórmulas sabidas de cor, aprendidas na infância. Jesus queria uma resposta pessoal. E aí é que as coisas se complicam. Voltaram a olhar uns para os outros. Puseram os olhos em Jesus. Recordaram as suas palavras. Lembraram os seus gestos. Na falta de cabeça, olharam o coração.

Uma resposta:

E, no fim, é Pedro que fala. Fala por si e pelos outros. Afinal o que Ele sabia e sentia e vivia, tinha-o aprendido, sentido e vivido com os outros, à volta de Jesus. Por isso tomou a Palavra e disse:«Tu és o Messias, o Filho de Deus vivo»!

Avisos 206 (21 Agosto 2011)

MOLDES

Eucaristia: Capela de Fuste – Quinta-feira às 18h; Igreja Paroquial – Domingo às 10h. No Domingo, também às 10h, haverá Celebração da Palavra na Capela de Ponte de Telhe, orientada pelos Animadores das Assembleias Dominicais na Ausência do Presbítero.

Parabéns às Mordomas da Festa a Santa Catarina! Logo, pelas 17h, sairemos em procissão.

CANELAS

Eucaristia: Quarta-feira às 18h.

ESPIUNCA

Eucaristia: Capela de Serabigões às 19h; Capela de Vila Viçosa – Sábado às 18h. No próximo Domingo, às 11.30h, na Igreja Paroquial, haverá Celebração da Palavra, orientada pela Animadora das Assembleias Dominicais na Ausência do Presbítero da paróquia de Canelas.

A Fábrica da Igreja de Espiunca (Comissão Fabriqueira) pretende vender a madeira dos montes que pertencem à Igreja. Os interessados devem avaliar a madeira no local e apresentar as propostas ao pároco, em carta fechada, no dia 4 de Setembro de 2011, até às 11.30h, antes do início da Missa desse dia. Nesse mesmo dia, no final da Missa, o pároco procederá à abertura das propostas. O corte será entregue à proposta com o valor mais alto. Prazo do corte – até Março de 2012. Pagamento – antes do início do corte. O pinheiro é reservado. Os montes da Igreja têm marcos com as letras I F (= Igreja da Freguesia).

JANARDE

No próximo Domingo, 28 de Agosto, há Eucaristia na Igreja Paroquial às 8.30h; e Celebração da Palavra na Capela de Silveiras às 10.30h, orientada pelo Animador das Assembleias Dominicais na Ausência do Presbítero.

CABREIROS

Eucaristia: Capela de Tebilhão – Sexta-feira às 18h.

ALBERGARIA DA SERRA

Sem avisos.

XXIX Festival Internacional de Folclore de Arouca


O Conjunto Etnográfico de Moldes de Danças e Corais Arouquenses organiza, pela 29ª vez, o Festival Internacional de Folclore de Arouca, que decorrerá de 17 a 20 de Agosto.

PROGRAMA

Quarta-Feira | 17 de Agosto 2011
14h00 | Abertura da Mostra de Artesanato de Arouca.
Local: Sala D. Domingos de Pinho Brandão (Mosteiro de Arouca)

Quinta-Feira | 18 de Agosto 2011
22h00 | Oficina de Dança com a participação do Conjunto Etnográfico de Moldes.
Local: Centro Cultural e Recreativo de Moldes

Sexta-Feira | 19 de Agosto de 2011
21h00 | Noite Gastronómica com sabores típicos de Portugal e Angola.
| Espectáculo com o Ballet Tradicional Kilandukilu
Local: Pátio interior do Mosteiro de Arouca

Sábado | 20 de Agosto de 2011
18h30 | Desfile Etnográfico
Local: Av. 25 de Abril, Alameda D. Domingos de Pinho Brandão, Pr. Brandão de Vasconcelos

22h00 | Espectáculo de Folclore com os seguintes grupos:
Grupo de Danças e Cantares de Serzedo - Douro Litoral Centro
Grupo Folclórico Os Fogueteiros de Arada - Beira Litoral Vareira
Grupo Folclórico das Lavradeiras de S. Pedro de Merufe - Alto Minho
Grupo Folclórico de Benfica do Ribatejo - Ribatejo
Rancho Folclórico do Ourondo - Beira Baixa (Covilhã)
Conjunto Etnográfico de Moldes de Danças e Corais Arouquenses - Douro Litoral Sul
Ballet Tradicional Kilandukilu - Angola
Local: Terreiro de St.ª Mafalda

Festa a Nossa Senhora... da Assunção

1. Maria, Mãe da esperança,
caminhai connosco!
Ensinai-nos a anunciar o Deus vivo;
ajudai-nos a dar testemunho de Jesus,
o único Salvador;
tornai-nos serviçais com o próximo,
acolhedores com os necessitados,
obreiros de justiça,
construtores apaixonados
dum mundo mais justo;
intercedei por nós que agimos na história
certos de que o desígnio do Pai se realizará.

2. Maria, Aurora dum mundo novo,
mostrai-Vos Mãe da esperança e velai por nós!
Velai pela Igreja na Europa:
que ela seja transparência do Evangelho;
seja autêntico espaço de comunhão;
viva a sua missão
de anunciar, celebrar e servir
o Evangelho da esperança
para a paz e a alegria de todos.

3. Maria, Rainha da paz,
protegei a humanidade do terceiro milénio!
Velai por todos os cristãos:
que eles prossigam cheios de confiança
no caminho da unidade,
como fermento para a concórdia
do continente.
Velai pelos jovens,
esperança do futuro:
que eles respondam generosamente
ao chamamento de Jesus.
Velai pelos responsáveis das nações:
que eles se empenhem na construção
duma casa comum,
onde sejam respeitados a dignidade
e o direito de cada um.

4. Maria, dai-nos Jesus!
Fazei que O sigamos e amemos!
Ele é a esperança da Igreja,
da Europa e da humanidade.
Ele vive connosco, entre nós, na sua Igreja.
Convosco dizemos:
«Vem, Senhor Jesus» (Ap 22, 20)!
Que a esperança da glória,
por Ele infundida nos nossos corações,
produza frutos de justiça e de paz!

João Paulo II, Ecclesia in Europa, n. 125

As nossas terras...

Terra de emigração, cais de saída durante muitas décadas, escoamento cruel das nossas melhores energias e afectos, quase mendigos de estranja, rapidamente sub-alugámos aquilo que melhor iludia o sonho e justificava o salto.

Eis-nos, agora, a vigiar as nossas fronteiras para que outros não ousem o que nós ousámos, nem nos perturbem como eventualmente perturbámos os outros. Irónica esta troca de tabuleiro, terreno demarcado de defesa acérrima quando nos pertence, e de coragem de invasão quando entramos em terra estrangeira.

Cada estrangeiro que entra em Portugal como imigrante, representa dez portugueses que fizeram e fazem exactamente o mesmo noutros países. Ou seja, somos pelo menos, dez vezes mais invasores que invadidos. Esta é a verdade que precisa ser olhada com justiça mas também em tom de humanidade que nenhuma lei expressa. É verdade que vivemos outros tempos, que os portugueses nunca lançaram bombas onde quer que fosse que, como emigrantes, somos um povo pacífico, digno e trabalhador como primeira definição. Mas não se pode apagar a história das permutas económicas, sociais e culturais que os fenómenos migratórios provocam.

Possivelmente são o sintoma mais visível da expressão que alguns julgam pusilânime: primeiro a pessoa, depois a pátria. Aqui, diga-se, ninguém como a Igreja – perita em humanidade – faz da teoria e da prática uma única realidade. Nos tempos de vacas gordas ou magras, num “Egipto” governado por faraó ou por José, filho do velho Jacob.

Faz-nos bem subir a um miradouro e ver a terra para além do nosso quintal. E a história para além das nossas histórias. E no Verão, recapitulamos estes contactos duplos com gente da nossa terra... e de outras terras que vivem na nossa.

Avisos 205 (14 Agosto 2011)

MOLDES

Eucaristia: Igreja Paroquial – Amanhã, Segunda-feira, dia da Assunção de Nossa Senhora, às 10h; Capela de Bustelo – Quinta-feira às 18h; Igreja Paroquial – Sexta-feira às 18h.

No próximo Domingo, 21 de Agosto, celebraremos a festa a Santa Catarina, venerada na nossa Capela de Fuste: Eucaristia às 11.30h e procissão às 17h. Como já é costume, quando há celebração de alguma festa, não há qualquer outra celebração na área da paróquia.

Amanhã, dia 15 de Agosto, a Comissão de Culto da Capela de Ponte de Telhe e o pároco gostariam de se encontrar com os emigrantes da nossa freguesia de Moldes no sentido de lhes pedir ajuda na angariação de fundos para as obras da Capela de Ponte de Telhe, nomeadamente intercedendo junto dos membros das comunidades onde residem nos países estrangeiro. Este encontro será no espaço da Capela pelas 19h e terá a duração de meia hora. Pedimos também que estejam presentes os outros paroquianos que desde a primeira hora se têm reunido para as obras da Capela.

Parabéns às crianças, adolescentes e jovens que hoje celebraram as suas festas da catequese. Esperamos muito de vós. Parabéns aos pais, irmãos e demais família, e aos catequistas, tão generosos no ensino da catequese aos nossos irmãos mais novos.

Parabéns aos Mordomos da Festa a Nossa Senhora de Fátima! Este voto de parabéns é redobrado pelo facto de terem aceitado o desafio de realizarem a festa nas condições que todos podem ver. Não reclamaram, foram compreensivos e inteiramente disponíveis desde a primeira hora. Parabéns! Logo, pelas 18h, sairemos em procissão.

OBRA – CAPELA DE NOSSA SENHORA DE FÁTIMA DE PONTE DE TELHE
• Como anunciado desde a primeira hora, a nossa nova Capela de Nossa Senhora de Fátima de Ponte de Telhe é já uma boa e necessária realidade. A obra de pedreiro da Capela e da Cripta já está acabada. Até meados de Setembro de 2011, a empresa de construção procederá ainda à colocação da cobertura e da Cruz exterior, como orçamentado desde a primeira hora.
• A obra que já vedes está integralmente paga. Já pagámos 42.000,00€, valor com IVA. Deste total, a Capelania pagou 28.000,00€. Os outros 14.000,00€, valor destinado à obra de pedreiro da Cripta, foram-nos emprestados por uma família da Ponte de Telhe, a quem estamos a dever desde o dia 14 de Julho de 2011; este dinheiro, sem juros, será devolvido a esta família até ao dia 14 de Julho de 2014, portanto, até ao período máximo de três anos. Mais uma vez, a Comunidade agradece muitíssimo a esta Família, sem a qual, hoje, por exemplo, não teríamos a nossa Cripta.
• Apesar de não termos realizado ainda nenhum peditório público, já recebemos alguns donativos, a saber: Padre José Nuno (Capelão do Hospital de São João, Porto) 55,00€; Carlos Manuel da Rocha Martins (da Ponte de Telhe) 200,00€; José Domingos (de Moldes) 110,00€; Apostolado da Oração (grupo da paróquia de Moldes) 500,00€; Junta de Freguesia de Cabreiros 300,00€; Santuário de Fátima 2.000,00€; Carlos Fernandes Sousa (de Arouca) 1.000,00€; TOTAL DAS PRIMEIRAS OFERTA 4.165,00€.
• A esta quantia deve juntar-se ainda uma outra de 4.400,00€, que a Câmara Municipal de Arouca deliberou atribuir à paróquia para pagar a obra de demolição e remoção do entulho da antiga Capela. Este valor, chegado aos cofres da paróquia, sairá imediatamente para os cofres da empresa que procedeu à obra de demolição.
• A partir do dia de amanhã, 15 de Agosto, a Comissão de Culto e outros elementos da paróquia vão começar a bater à porta dos paroquianos para pedir dinheiro para acabar a obra. Esperamos que sejam bem recebidos por todos. A reunião de amanhã com os emigrantes e os outros paroquianos é por essa razão.
• Neste momento, a conta bancária da Capela tem um saldo à ordem de 11.192,24€, e a prazo, um saldo de 10.434,74€, num total de 21.626,98€. Deste dinheiro, sairá ainda o valor para saldar a cobertura e a Cruz, bem como a aquisição do terreno onde já se encontra a Cripta, no valor de 8.750,00€, mais as respectivas despesas de notário e imposto devido. Bem calculadas todas estas despesas, o nosso saldo ficará literalmente a zero.
• Devemos também anunciar que todo o valor do IVA será integralmente devolvido pelo Estado à conta da Capelania, mas apenas meio ano após a data da factura. Pelo que, só pela Páscoa de 2012, teremos de volta esse dinheiro.
• Depois de pagarmos o terreno, a cobertura e a Cruz, seria bom colocarmos as portas e janelas da Capela e da Cripta. Dessa forma, já poderíamos utilizar todos os espaços. Sendo possível, ou seja, havendo já dinheiro dos peditórios, faríamos essa obra até ao final do mês de Setembro deste ano de 2011. Assim, em Outubro, dentro de um mês e meio, as celebrações já poderiam decorrer na Capela e a Catequese na Cripta.
• Como vedes, tudo tem decorrido como previsto e anunciado desde a primeira hora. Era muitíssimo importante que todas as pessoas continuassem bem unidas à volta desta obra, para que Nosso Senhor Jesus Cristo seja louvado por ela. Pedimos também à nossa Mãe do Céu, que invocamos nesta Capela de Ponte de Telhe como Nossa Senhora de Fátima, que nos incentive e ilumine na boa continuação desta obra que é de todos!
• Já agora, gostaria de lançar um desafio: será que daqui a um ano, em Agosto de 2012, podemos ter já pago a dívida de 14.000,00€? E ainda, podemos também ter já acabadas as obras de trolharia, electricista, picheleiro e acabamentos interiores e exteriores? E ainda: estando tudo pago e pronto, podemos convidar o senhor Bispo para nos dedicar a Capela? Fica o desafio! ... Nossa Senhora de Fátima: rogai por nós! … Parabéns a todos.

CANELAS

Amanhã, 15 de Agosto, Assunção de Nossa Senhora, há Eucaristia às 13h. Assim, na próxima Quarta-feira já não haverá Eucaristia.

ESPIUNCA

Amanhã, dia 15 de Agosto, Assunção de Nossa Senhora, apenas teremos Eucaristia na Igreja Paroquial às 11.30h.

No próximo Domingo, 21 de Agosto, estava prevista a Celebração da Palavra na Capela de Vila Viçosa. No entanto, esta celebração terá de ser cancelada, pelo que pedimos desculpa e compreensão aos paroquianos que habitualmente participam dela.

A Fábrica da Igreja de Espiunca (Comissão Fabriqueira) pretende vender a madeira dos montes que pertencem à Igreja. Os interessados devem avaliar a madeira no local e apresentar as propostas ao pároco, em carta fechada, no dia 4 de Setembro de 2011, até às 11.30h, antes do início da Missa desse dia. Nesse mesmo dia, no final da Missa, o pároco procederá à abertura das propostas. O corte será entregue à proposta com o valor mais alto. Prazo do corte – até Março de 2012. Pagamento – antes do início do corte. O pinheiro é reservado. Os montes da Igreja têm marcos com as letras I F (= Igreja da Freguesia).

JANARDE

Eucaristia: Capela de Silveira – Sábado (20 de Agosto) às 18.30h.

CABREIROS

Amanhã, 15 de Agosto, Assunção de Nossa Senhora, há Eucaristia na Igreja Paroquial às 10h.

Na próxima Quarta-feira, dia 17 de Agosto, celebraremos a festa do Senhor e a festa a São Mamede, padroeiro de Cabreiros: Missa às 11h; Terço às 15.30h e procissão no final.

Parabéns aos Mordomos da Festa a Santa Bárbara! Logo, pelas 15.30h, rezaremos o Terço. No final, pelas 16h, sairemos em procissão.

ALBERGARIA DA SERRA

Amanhã, dia 15 de Agosto, celebraremos a festa a Nossa Senhora da Assunção, nossa Padroeira: Missa às 11.30h e procissão no final. Nesse dia, as crianças, adolescentes e jovens da catequese celebrarão as suas festas da catequese. Neste momento, devemos lembrar que os catequistas dos vossos filhos são os elementos do Grupo de Jovens de Moldes, que fazem um trabalho extraordinário e de muita generosidade.