quinta-feira, 2 de julho de 2009

A fé daquela gente!...


Jesus não lhes saiu bem como a encomenda! Tinha fama de milagreiro e não pôde ali fazer qualquer milagre. Era aclamado Messias nas ruas da Cidade e Filho de Deus, nas aldeias, à beira dos caminhos. Mas na sua terra de Nazaré não passa afinal de filho do carpinteiro.

A nossa fé só começará a ser autêntica, quando começar a olhar para Jesus e, em vez de pontos de interrogação, se deixar guiar mais pelos pontos de exclamação. Ao mistério de Deus chega-se mais depressa pela distância do espanto e do maravilhamento, do que pela arrogância das perguntas feitas e das respostas já sabidas. Este é um tempo e que é mais útil ver e calar do que não ver nada e andar sempre a perguntar…

Sem comentários: