terça-feira, 3 de fevereiro de 2009

A confirmação da fé dos nossos jovens...



O texto e a foto foram retirados do blog de José Cerca: http://mirante.aroucaonline.com/


Com a presença do senhor Bispo do Porto, D.Manuel Clemente, teve lugar, no passado Domingo, 1 de Fevereiro, uma Celebração Eucarística, de âmbito vicarial, durante a qual foi administrado o Crisma a cerca de 350 jovens de algumas das comunidades paroquiais da Vigararia de Arouca-Vale de Cambra.

Além das Paróquias de Arouca, Santa Eulália, Rossas, Moldes, Tropeço, Urro, Várzea, Fermedo e Mato, esteve também presente um grupo de crismandos da Paróquia do Vale, pertencente à Vigararia de Santa Maria da Feira, mas cujo pároco integra também a vigararia de Arouca-Vale de Cambra.

Devido à grande presença de fiéis, muitos dos quais familiares dos jovens crismandos, a cerimónia religiosa teve lugar no pavilhão desportivo da Escola Secundária de Arouca.

Face ao elevado número de crismandos, D.Manuel Clemente foi auxiliado na administração do Crisma pelo Vigário da Diocese, Pe.Américo Aguiar e pelo arouquense Cónego Arnaldo Pinho.

Na homilia, especialmente dirigida aos crismandos, o Bispo do Porto transportou para o momento celebrativo as leituras da liturgia daquele Domingo. “O que lemos na Palavra de Deus, verifica-se hoje e aqui nesta celebração. Vai realizar-se em vós aquilo que acabámos de escutar”.
Aliando o Baptismo ao Crisma de cada crismando, D.Manuel Clemente referiu-lhes que de Filhos de Deus eles passariam a ser testemunhas do Evangelho através de um compromisso cristão no seu próprio meio.

E num tom de entusiasmo e de convicção perante as centenas de jovens presentes, garantiu-lhes o Bispo do Porto que “as coisas boas acontecem mesmo quando nos deixamos guiar pela força do Espírito Santo que hoje ides receber através do sinal da cruz sobre a vossa fronte para que as coisas boas continuem a acontecer no nosso mundo”.

Esta celebração eucarística, marcadamente juvenil, foi animada pelos coros das diversas freguesias da Vigararia, sob a direcção de Mário Teixeira e acompanhado ao órgão por Ivo Brandão.

Importa agora que cada comunidade paroquial saiba aproveitar e rentabilizar o potencial humano destes jovens crismados, criando-lhes condições e estruturas para uma integração mais activa e comprometida nos diversos movimentos das comunidades a que pertencem.

José Cerca

Sem comentários: