segunda-feira, 14 de dezembro de 2009




O Nascimento de Jesus
Uma bela lição de catequese através da arte
Naquela noite de Dezembro, dia 12, o altar-mor da Igreja do Mosteiro de Arouca transformou-se num palco e toda a ampla igreja conventual, numa sala de Catequese sobre o maior mistério da História da Humanidade: o nascimento de Jesus.
Numa bem conseguida parceria entre o Grupo de Teatro “Cena Jovem” da Freguesia da Cedofeita, no Porto e o Grupo Coral de Urro, acompanhado pela Orquestra de sopros da Banda Musical de Arouca, percorreu-se, através do canto polifónico e da representação cénica, um longo período da história da Humanidade, desde a profecia de Isaías, muitos séculos antes do nascimento do Salvador, até ao momento central da História em que um Deus se fez homem através de uma Virgem, para Redenção da própria Humanidade.
Sendo um momento de arte e de cultura, este espectáculo foi, simultaneamente, um momento de grande introspecção e de crescimento na fé, através da narrativa dramatizada dos principais momentos da História da Salvação, os quais foram sendo intercalados pela interpretação de peças musicais, algumas das quais fazem parte já do património musical da Humanidade, tais como, entre outras, do Ave-Maria de Shubert, do Noite Feliz de Gruber, do Glória de Vivaldi e do Aleluia de Haendel.
Um espectáculo como este, que movimentou tantos recursos humanos e técnicos, pela qualidade que ofereceu e pela pedagogia catequética que o caracterizou, poderia ter sido mais bem aproveitado pelos serviços de catequese das paróquias, incluindo as próprias catequistas.
Mesmo assim, e apesar do frio, a igreja do Mosteiro de Arouca encheu-se para esta mega e artística sessão de Catequese sobre a História da Redenção.
José Cerca

Sem comentários: