quinta-feira, 6 de agosto de 2009

A minha comunidade cristã?!...

“Seja eliminado do meio de vós, tudo o que é azedume, irritação, cólera, insulto, maledicência e toda a espécie de maldade!" (Ef.4,31)

São Paulo, entristecido, dirigia, um clamoroso apelo de Paz, à sua comunidade de Éfeso! Ele apercebera-se dos sinais de “guerra”, que por lá havia. Num mundo, já tão dilacerado, pelas lutas sangrentas, a comunidade cristã devia constituir-se, entre os povos, como uma “ilha de paz”, uma “rede de comunhão”, capaz de vencer as fronteiras de culturas, de civilizações, de povos e de tempos! Não podia, ela mesma, deixar-se minar pelo mal, e enredar-se pela lógica pagã do ódio e da vingança! A comunidade cristã deve tornar-se uma força de Paz no mundo! (IN AG06)

Como vejo a minha comunidade?

Sem comentários: